lang
 
Search
A A A
Estou em:   Home
  |  Entrar

Detalhes


Luz Vermelha para o Esporte Brasileiro

Untitled Document
Luz Vermelha para o Esporte Brasileiro
 
As coisas já não vão bem para o esporte brasileiro. Quem pensava que o cenário de histórico abandono iria mudar, motivado pelos Jogos do Rio, se enganou. E muito. Forte crise econômica atingiu o País e, com isso, investimentos na área passaram a ser cortados de forma violenta, colaborando para o alto índice de desemprego que estamos vivenciando.

A prática esportiva, obviamente, abrange o profissional de Educação Física. Sob tal guarda-chuva, ele se protege e, também, passa a ter maiores possibilidades de êxito em sua carreira. Agora, na medida em que o setor padece com falta de incentivos, todos perdem, especialmente a sociedade, pois, como se sabe, o esporte assegura mais saúde, educação, lazer e inserção social.

Mas o que é ruim sempre pode piorar, pelo menos num país onde nada é planejado e a improvisação sempre prevalece. Estamos, no momento, diante de uma Medida Provisória do Governo Federal, cujo objetivo é o de remanejar recursos da área de Esportes para a Segurança Pública. Ou seja: os investimentos vão escassear ainda mais.

Ficamos satisfeitos ao saber que o COB – Comitê Olímpico Brasileiro – ao lado de diversas entidades esportivas, atletas e esportistas do Brasil, divulgaram manifesto contra a Medida Provisória.

Sob o mais do que oportuno título "Luz Vermelha para o Esporte Brasileiro", a nota oficial manifesta preocupação com a atitude governamental.

"Em que pese entendermos que o investimento em segurança é muito importante e emergencial, não é sacrificando ainda mais as políticas sociais, que avançaremos na solução do problema da violência no Brasil", diz a nota. E continua:

"O Esporte é hoje a política pública que mais contribui para retirar da rua crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, impactando significativamente na redução das desigualdades sociais. Estudos da ONU comprovam a importância do Esporte como fator de desenvolvimento humano e da busca pela paz, reduzindo diretamente os gastos das áreas de saúde e segurança pública, além de muitos outros de forma indireta", reporta o documento. E finaliza:

"O Brasil já convive hoje com a falta de uma política esportiva. A redução prevista na Medida Provisória do pouco que hoje é investido nos esportes educacional, de rendimento e de participação, em alguns anos ocasionará um aumento ainda maior nos já alarmantes índices de violência do País", conclui.

Nós, do Sinpefesp, estamos de pleno acordo e abonamos a opinião expressa, liderada pelo COB. Em todo o mundo, o Esporte é um poderoso instrumento de prevenção à criminalidade. Não podemos deixar que a Nação ande na contramão de sua história.


José Antonio Martins Fernandes
Presidente do Sinpefesp

Escrito por: caz.sinpefesp
Postado: 13/06/2018
Número de Visitas: 337

Return