lang
 
Search
A A A
Estou em:   Home
  |  Entrar

Detalhes


De um lado, o desejo de dialogar. Do outro, a indiferença e o desrespeito!

Untitled Document

De um lado, o desejo de dialogar. Do outro,
a indiferença e o desrespeito!

A quarta reunião entre Sinpefesp e Sindiclube para tentar chegar a um acordo para a próxima Convenção Coletiva de Trabalho dos profissionais de Educação Física foi realizada na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego de São Paulo.

Assim como nas outras três, o sindicato patronal demonstrou total indiferença quanto às reivindicações da nossa categoria. Entenda melhor:
 
O que quer o Sinpefesp:
  • INPC mais 3% de aumento real;
  • Valorização do piso salarial;
  • Assistência médico-hospitalar;
  • Reajuste do vale-refeição;
  • Reajuste do vale-alimentação;
  • PLR (Participação nos Lucros ou Resultados das empresas);
  • Insalubridade;
  • Ampliação da licença-maternidade;
  • Redução de jornada de trabalho sem diminuição dos salários.
  •  
    A contraproposta do Sindiclube:
  • Reajuste Salarial - INPC parcelado, ou seja, 70% em dezembro e 30% em março;
  • Piso Salarial: - INPC parcelado, ou seja, 70% em dezembro e 30% em março;
  • Reajuste pelo INPC (10,97%) nos vales refeição e alimentação.
  •  
    Proposta indecente
    Para o nosso Sindicato, a contraproposta patronal é indigna de uma categoria diferenciada como é a dos profissionais de Educação Física.

    O Sinpefesp não aceitou a proposta, que revela total indiferença patronal para com profissionais cujo trabalho agrega saúde, educação, cultura, inserção social e melhor qualidade de vida para a sociedade.

    Não só não aceitou como já ingressou com ação judicial a respeito.

    "A falta de sensibilidade dos empresários para com a nossa categoria já dura mais de 60 anos. O Sinpefesp, que assumiu as negociações a partir de 2010, não aceita mais tanta falta de vontade, evidente nas mesas de negociações. Portanto, decidiu pagar para ver", revela o líder do nosso Sindicato José Antonio Martins Fernandes, o Toninho.

    Em paralelo, o Sinpefesp já está preparando diversas manifestações pontuais em clubes sob a sua área de influência, para demonstrar, à sociedade, um estado de coisas que não pode ser aceito em hipótese alguma.
     
    Mobilizados, vamos fazer
    avançar os nossos direitos!
     
    O profissional de Educação Física estudou
    muito por uma carreira digna.
    Merece ganhar mais por isso!
     
    Vamos recuperar a credibilidade
    de nossa categoria!
     
    Queremos o diálogo. Não intransigência!
     

    Escrito por: caz.sinpefesp
    Postado: 28/12/2015
    Número de Visitas: 6665

    Return